Step by Step Recife: profissionais da atenção básica aprendem sobre neuropatias e pé diabético em workshop realizado pela SBD

Qualificar profissionais da Atenção Básica da Secretaria de Saúde de Recife para melhorar o manuseio dos problemas relacionados à Neuropatia Periférica e uma de suas mais devastadoras complicações, o Pé Diabético, foi o grande objetivo da 2ª edição de 2019 do Step By Step, em formato de workshop realizado pela Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD). O curso aconteceu na sexta-feira, 10 de maio, e contou com apoio da Prefeitura do Recife, Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe), Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe), Instituto Brasileiro de Diabetes (Ibradi), Fiocruz, IMIP e Grupo Brasileiro de Neuropatias e Pé Diabético (Branspedi).

Foram 70 profissionais participantes, entre médicos, enfermeiros e residentes, que receberam capacitação a respeito de neuropatias e pé diabético, uma forma de aprimorar o atendimento a pacientes com diabetes. “Foi a primeira vez que esses profissionais viram como se trata, de fato, a úlcera do pé diabético - que é algo muito mais complicado do que uma simples ferida”, afirma a Dra. Geísa Macedo, coordenadora do Departamento de Neuropatias e Pé Diabético da SBD e presidente da Regional de Pernambuco da SBD (SBD-PE).

A abertura do curso foi realizada pela manhã, com a presença da Dra. Hermelinda Pedrosa, presidente da SBD, Dra. Geísa Macedo, que também coordenou p evento, Dr. Jailson Correia, secretário municipal de Saúde, Sara Behar Kobayashi, Superintendente de Saúde e Medicina Ocupacional da Alepe, e da coordenadora do Programa de Doenças Crônicas Não Transmissíveis da Prefeitura do Recife, Roberta Veloso. “Foram grandes parcerias que permitiram a realização do workshop. As úlceras nos pés dos pacientes com diabetes precedem 85% das amputações, por isso é importante que profissionais que atuem diretamente na Atenção Básica de saúde tenham o conhecimento necessário para saber como lidar com essas situações”, frisa a Dra. Hermelinda Pedrosa.

O Dr. Jailson enalteceu a parceria das entidades, sobretudo com a SBD, para que Pernambuco possa atuar de forma preventiva, “considerando-se que 65% das pessoas com diabetes nunca tiveram seus pés examinados”, reforçou o secretário de saúde.

Os médicos, enfermeiros e residentes receberam embasamento teórico e prático – desde os aspectos epidemiológicos, até como prevenir, avaliar e tratar as neuropatias e as úlceras. A Dra. Geísa Macedo foi responsável por aula a respeito de infecções, enquanto Pedrosa abordou o diagnóstico da neuropatia e como tratar a neuropatia sintomática. O Dr. Eduardo Lima, cirurgião vascular, transmitiu conhecimentos importantes sobre avaliação da doença arterial periférica e as enfermeiras Nilce Botto Dompieri e Maria Lucoveis, ambas de São Paulo, mostraram desde a descrição detalhada da anatomia e das funções dos pés, até como reconhecer e abordar as úlceras que ocorrem nos pacientes. Nas Estações Práticas, os participantes tiveram oportunidade de aprender técnicas de como cuidar das úlceras e abordar neuropatia a partir de um caso clínico real.

De acordo com a presidente da SBD, Hermelinda Pedrosa, além da capacitação de profissionais, os médicos e enfermeiros poderão auxiliar no encaminhamento de pacientes ao estudo da Fiocruz com apoio da SBD, “Avaliação da eficácia e segurança do fator de crescimento epidérmico recombinante (FCEhr) intralesional em participantes com úlcera de pé diabético no Brasil”.

O workshop foi importante para mostrar a pessoas que lidam diariamente com pacientes como o exame dos pés é uma avaliação simples, completa e obrigatória pela qual todo paciente com diabetes precisa passar. “Este evento foi um marco na Atenção Básica de Saúde de Pernambuco, especialmente de Recife. Houve comprometimento por parte da prefeitura para que os conhecimentos transmitidos no workshop fossem incorporados às unidades básicas de saúde. Já foi feita a licitação para compra de material para que as unidades de Saúde da Família tenham acesso aos exames necessários. Isso é um grande passo e só foi possível com toda a dedicação e parceria com a SBD Nacional e as demais entidades”, comemora a Dra. Geísa Macedo.


Os 10 mais lidos

Contato

(11)3842-4931

Rua Afonso Braz, 579, Salas 72/74 Vila Nova Conceição, CEP: 04511-011 São Paulo - SP

Copyright © 2019 - Sociedade Brasileira de Diabetes