Congresso da Federação Internacional de Diabetes (IDF) inicia com Assembleia Geral e foco na validação do Dr. Andrew Boulton como Presidente

Nesse 02 de dezembro, teve início o IDF Congress 2019 (Congresso bienal da Federação Internacional de Diabetes), em Busan, cidade portuária da Coreia do Sul. Na ocasião, ocorreu a Assembleia Geral Ordinária (AGO) com a presença de 283 delegados (de um total de 285) – dentre eles, a Dra. Hermelinda Pedrosa, presidente da Sociedade Brasileira de Diabetes.

Na AGO, discutiu-se a validade da eleição do inglês Dr. Andrew Boulton, ocorrida em 2017, em razão da recente saída da Diabetes UK (Reino Unido) da IDF. Por ser uma federação, a IDF não aceitaria candidaturas individuais. Contudo, o entendimento majoritário dos delegados foi de que a saída da Diabetes UK ocorreu em momento posterior à candidatura do Dr. Boulton. Deste modo, consolidaram a escolha ocorrida no congresso anterior, na cidade de Abu Dhabi, em 2017. O professor Dr Andrew Boulton estará à frente da IDF no termo 2020-2021.

Ao comentar as disputas internas na instituição, a Dra Hermelinda pontuou que “houve um consenso da maioria dos que se manifestaram de que não deveria haver briga entre as pessoas. E, sim, uma grande luta em prol da prevenção, do tratamento adequado e da luta contra o diabetes, buscando sua cura, principalmente, para as pessoas com diabetes Tipo 1. De fato, o que se percebeu na AGO de hoje foi uma postura política bastante rude do presidente atual, Nam Cho, totalmente desconectada com os anseios dos delegados, inclusive acusando o Dr Boulton de 'comentários racistas contra asiáticos', o que foi refutado pela maioria que fez uso da palavra".

Para a Presidente da SBD, foi importante o Sr. Cho ter tido menos de 18% de apoio, pois 75% apoiaram Dr. Boulton e 6% se abstiveram. Um cenário contrário significaria o maior enfraquecimento da IDF, que está com receita decadente".

Ainda sobre as votações, confirmaram-se as eleições dos demais cargos e das Regionas da IDF. Dr. Fadlo Fraige (FENAD-ANAD) se elegeu presidente da região IDF-SACA (sigla em inglês para América do Sul e Central). Deste modo, estará ao lado do Dr. Balduíno Tschiedel à frente das atividades do Congresso da IDF que ocorrerá, no Brasil, em 2023.

"Outro fato importante foi a eleição de Dr. Mark Barone como um dos dois Vice-presidentes da área de Health Care (Cuidados com a Saúde). Uma conquista muito importante, pois haverá mais um brasileiro nesta gestão para os próximos anos”, completa.

Os debates, aulas e apresentações de estudos no Congresso 2019 da Federação Internacional de Diabetes continuam até 06 de dezembro.

Acompanhe

Copyright © 2020 - Sociedade Brasileira de Diabetes