Expectativas sobre a tecnologia do pâncreas artificial


Dr. Augusto Pimazoni Netto
Coordenador do Grupo de Educação e Controle do Diabetes do Hospital do Rim – Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP
E-mail: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

O foco principal das pesquisas sobre o pâncreas artificial (PA) tem sido os desenvolvimentos técnicos tais como o tempo de manutenção de níveis glicêmicos adequados ou a prevenção de hipoglicemias. Poucos estudos tentaram descobrir as expectativas dos usuários em relação à tecnológica do PA.

O estudo incluiu pacientes adultos e pais de crianças com DM1 aos quais foi solicitado que preenchessem uma enquete online relacionada ao futuro uso e expectativas da tecnologia do PA. Enquete foi anunciada nas redes sociais e outras instituições dedicadas à assistência às pessoas com diabetes.

Os resultados mostraram que 266 pacientes responderam à enquete durante o período de um mês. Nada menos que 240 participantes indicaram que eles usariam um PA totalmente automático durante as 24 horas. Aproximadamente metade dos respondentes indicou que eles estariam propensos a utilizar esses recursos desde que funcionasse apenas durante a noite. Outros aspectos como tamanho, visibilidade e falta de efetividade foram as principais razões apresentadas por aqueles que não desejariam usar um PA. Apesar das restrições potenciais percebidas, os participantes expressaram uma forte necessidade de um recurso que ajudaria a minimizar o impacto da doença, facilitando a melhoria do funcionamento psicossocial e melhorando a qualidade de vida.

Os autores concluem que as expectativas dos potenciais usuários de um PA são cruciais para o desenvolvimento de tais recursos com o objetivo de assegurar que eles sejam adequados para uso, conforme as normas de excelência biomédica e de engenharia. Sem isso, é pouco provável que um PA seja suficientemente bem sucedido em termos de preencher as necessidades dos usuários e de atingir os seus objetivos principais.


Referência bibliográfica

1. Barnard KD et al. Future Artificial Pancreas Technology for Type 1 Diabetes: What Do Users Want? Diabetes Technology & Therapeutics 2015;17(5):311-315. DOI: 10.1089/dia.2014.0316.

VOLTAR

Você não tem permissão para enviar comentários

Comentários  

Patrícia Morais 27-09-2015 21:46
Eu tenho muito interesse em ficar sempre informada das novidades, tenho um filho de 11 anos que infelizmente e vítima dessa doença eu tenho fé em Deus que vão descobrir a cura ou pelo nenos uma forma de amenizar o tratamento para que os pacientes tenham um confronto para esse tratamento.
Jânio Queiroz Afonso 11-09-2015 21:07
Gostei muito das informações postadas e ficaria muito grato se pudesse estar sempre informado das novas descobertas acerca dessa cruel doença, que tanto nos aflige. Tenho esperança e muita fé em Deus que venceremos num futuro bem próximo esse mal milenar.

Fale Conosco SBD

Rua Afonso Braz, 579, Salas 72/74 - Vila Nova Conceição, CEP: 04511-0 11 - São Paulo - SP

(11) 3842 4931

secretaria@diabetes.org.br

SBD nas Redes