×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 857

Época de copa do mundo: e o que dizer da prática do futebol como exercício para pessoas com Diabetes?

A prática de exercícios físicos traz benefícios a saúde tanto de crianças como de adultos, quando realizada com regularidade. No Brasil, o futebol é o esporte com maior número de pessoas interessadas, sendo provavelmente o esporte mais praticado por adultos e crianças do sexo masculino.

Recomenda-se que todo adulto realize atividades físicas moderadas: 30 minutos ou mais na maioria dos dias da semana, ou diariamente (de preferência) ou 150 minutos por semana. Além disso, para adultos diabéticos recomenda-se que o exercício seja aeróbico, de moderada intensidade (por exemplo, atingindo 50 a 70% da freqüência cardíaca máxima  e que na ausência de contra-indicações, pacientes adultos com Diabetes Mellitus Tipo 2 sejam encorajados a realizar treinos de resistência, pelo menos 3 vezes por semana.

Que tipo de exercício é realizado num treino ou jogo de futebol? Geralmente, nestes treinos os envolvidos atingem freqüências cardíacas sub-máximas ou máximas, caindo na faixa do treino anaeróbico (maior que 92% da freqüência cardíaca máxima). Só por este motivo, o jogo de futebol não é o tipo de exercício que deva ser recomendado para pessoas com Diabetes tipo 2, adultas.

No entanto, existe um outro motivo para não recomendar este tipo de exercício a pessoas com Diabetes: sempre que se decide sobre escolher praticar uma atividade física, é necessário considerar benefícios versus riscos: em estudos realizados por um grupo finlandês, publicado em 2009, foi comparado o número de lesões que pessoas de 15 a 35 anos (em torno de 150 praticantes assíduos de 4 diferentes esportes – competição de skying, natação, corrida de longa distância e futebol) haviam sofrido no último ano. Os resultados do estudo mostraram um número duas vezes maior de lesões relacionadas ao futebol, do que com outros esportes.

Vem então a pergunta: se estes dados são verdadeiros, porque a primeira dama norte-americana tem participado de campanhas cujo objetivo é lutar contra a obesidade infantil nos Estados Unidos, recomendado a prática do futebol pelas crianças?

A atitude dos grupos que promovem o futebol como esporte a ser incentivado em crianças, tem bases científicas. Diferentemente do que ocorre com adultos, estudos também publicados em 2009, mostraram que crianças e adolescentes com idades entre 6 e 12 anos (meninos ou meninas), quando participavam de campeonatos organizados de futebol, tinham um risco menor de  lesões do que os com idades entre 13 e 16 anos.
Como estudos tem mostrado que crianças que participam de esportes organizados, como o futebol, quando muito jovens, tem uma maior chance de adesão a prática de exercícios e adoção de práticas de vida saudáveis  na idade adulta, os treinos de futebol podem ser recomendados às crianças, inclusive as com Diabetes tipo 1 ou 2. Os treinos continuados de futebol, auxiliam as crianças (meninos e meninas) a fortalecer sua musculatura cardíaca e motora e desenvolver a coordenação. Por outro lado, o futebol favorece a comunicação entre os jogadores e estimula o trabalho em grupo, além de ser um esporte que envolve muito pouco custo (especialmente quando não ocorrem muitas lesões, como nas crianças).

Concluindo, recomenda-se o futebol como exercício físico para crianças mas não para adultos (com diabetes ou não). Para as crianças diabéticas é necessário lembrar que para evitar hipoglicemias durante os treinos é necessário realizar um lanche antes do treino e/ou suprimir a dose de insulina rápida prevista para o horário próximo do treino, conforme a prescrição do médico. Durante os jogos da copa do mundo certamente todos ficaremos estimulados a praticar o futebol: às crianças a recomendação existe; os adultos, se participarem dos jogos infantis, como motivadores das crianças e não competindo entre si, também poderão se beneficiar, conforme publicação de Fischer e Cols, da Universidade de Michigan.
 

Fale Conosco SBD

Rua Afonso Braz, 579, Salas 72/74 - Vila Nova Conceição, CEP: 04511-0 11 - São Paulo - SP

(11) 3842 4931

secretaria@diabetes.org.br

SBD nas Redes