LOOK AHEAD – Mais um paradoxo


Dr. Marcello Bertoluci
Professor Associado do Departamento de Medicina Interna da Faculdade de Medicina/ UFRGS
Coordenador do Departamento Cardiovascular da SBD
Presidente da SBD-RS

Nos últimos anos estivemos discutindo efusivamente os sucessos iniciais do LOOK AHEAD (Action for Health in Diabetes), o maior estudo de intervenção em estilo de vida em pacientes  com diabetes tipo 2 e sobrepeso já realizado até aqui. O estudo foi uma comparação entre alterações intensivas de estilo de vida - incluindo restrição calórica, atividade física e frequentes sessões de grupo - e um grupo controle onde era feito aconselhamento padrão para manejo do peso.  O objetivo foi demonstrar redução de eventos cardiovasculares, como IAM, AVC, angina e morte cardíaca, ao longo de um período de 11,5 anos. Os resultados mostraram perdas dramáticas de peso no primeiro ano que foram relativamente mantidas após 4 anos, além de reduções significativas nos triglicérides, aumento do HDLc, redução da necessidade de insulina e de hipoglicemiantes orais, redução da pressão arterial, da apnéia do sono, de marcadores inflamatórios, e uma melhora subjetiva do bem estar. Apesar destes resultados, o estudo foi interrompido prematuramente em outubro de 2012 pelo NIH por futilidade, quase 2,5 anos antes do seu término, por não apresentar diferenças nas taxas de eventos cardiovasculares entre os grupos. Em suma, os investigadores concluíram que, neste estudo,  intensificar medidas de estilo de vida não promoveu redução de desfechos cardiovasculares.

Aparentemente frustrantes em um primeiro momento,  os resultados do LOOK AHEAD precisam ser vistos e interpretados com muito cuidado e sem precipitações. Há resultados de análise de sub-grupos por vir. Há vieses importantes que fizeram o estudo perder poder estatístico no final, especialmente porque as taxas de eventos foram muito baixas nos dois grupos. Os pacientes do grupo controle, de certa forma,  também promoveram mudanças no estilo de vida, e as  diferenças entre os grupos  se diluiu  caracterizando uma regressão à média.  Na verdade, muito ainda há o que se falar sobre o LOOK AHEAD.

Este forum traz à discussão diversos aspectos importantes para uma melhor compreensão do que realmente representam os resultados do LOOK AHEAD, na opinião de grandes experts nacionais no assunto. Tire suas conclusões.

VOLTAR