O crescimento do número de obesos, é uma preocupação não só dos países desenvolvidos, mas também dos em desenvolvimento.

Brasil inclusive.

As modificações que as sociedades vem experimentando, são apontadas com as maiores razões. Cada vez mais alimentos calóricos,  e atividades físicas cada vez menos.

Além disso, contribui de maneira importante, o fracasso da medicina em descobrir o método de tratamento eficaz para o problema.

Assim a maioria dos obesos, estará infelizmente mais pesada, dois anos após do ínicio de uma tentativa terapêutica. A precariedade do tratamento atual, se deve grandemente a pouca importância que a ciência médica deu a obesidade, por décadas.

A visão antiga era que o excesso de peso não era uma problemática médica. O portador do excesso ponderal, era o único culpado.

Hoje sabemos, que o acumulo excessivo de gordura, depende também e principalmente de outros fatores.

No últimos anos, vem se descobrindo cada vez mais alterações...

Nos Estados Unidos há um movimento, ainda incipiente, de tratar um maior numero de pacientes em suas casas. A proposta é a de diminuir significantemente as hospitalizações.

Já existe inclusive uma associação de profissionais, que defendem esta idéia (American Academy of Home Care Physicians). O século passado foi marcado pelo um grande aumento do número e ocupação dos hospitais.

Os sistemas de saúde, de uma maneira geral sempre se organizaram, com a preocupação básica, as doenças agudas. No entanto, por conta do envelhecimento da população a epidemia de doenças crônicas, aumenta cada vez mais.

O prognostico é que existirão em 2030, nos Estados Unidos, mais de 70 milhões de indivíduos com mais de 65 anos. Ora, 90% dos com essa idade tem pelo menos uma doença crônica, hipertensão, diabetes, doença cardíaca, ósteoarticular, vascular cerebral etc.

E em 25%dos casos são pelo menos duas. Neste tipo de população também existe, em...

A maioria dos nossos pelos corporais é resultante da ação dos hormônios masculinos sobre os órgãos produtores de pelos, os folículos pilosos.

Por ocasião da nossa adolescência, existe um aumento da produção desses tipos de hormônios, pelas glândulas adrenais. Como resultado surge, em ambos os sexos, os pelos axilares e pubianos.

Denomina-se hirsutismo, o aparecimento de pilificação semelhante a estas, em outras regiões do corpo das mulheres. Nos homens é considerado normal o surgimento de pelos em qualquer lugar.

No entanto, nunca existem pelos em algumas regiões, como nas palmas das mãos e plantas dos pés, por não existirem folículos pilosos nestas áreas.

O hirsutismo, pilificação anormal nas mulheres, quase sempre causa grandes transtornos emocionais, principalmente nas de pele branca e as de classes sociais mais elevadas.

Como todo hormônio, a ação dos masculinos depende da sua produção e da sua recepção periférica, no caso, ao nível dos folículos pilosos....

As vitaminas são substâncias essenciais ao nosso organismo. Participam milhares de reações químicas, que ocorrem simultaneamente no nosso metabolismo.

Quando em quantidades não adequadas, causam problemas sérios de saúde. Grandes déficits, podem até acarretar a morte.

A fonte principal das vitaminas é a dieta. A vitamina D, ao contrário das outras, tem como sua principal fonte de fornecimento, a ação dos raios solares sobre a pele.

O composto ali formado, ao passar pelo fígado sofre uma modificação química, uma, hidroxilação, se transformando na 25 (OH) Vitamina D. Ao passar pelo rim, nova hidroxilação, formando-se assim a 1,25 (OH) Vitamina D, também chamada Vitamina D3. Está é a forma ativa da vitamina, e que tem como principais ações, nos ossos e no metabolismo do cálcio e fósforo.

È por esta razão que os portadores de Insuficiência Renal Grave, são deficitários desta vitamina, pela incapacidade dos rins de produzi-la. E a sua...

A síndrome da Tensão Pré- Menstrual, é uma condição extremamente freqüente e controvertida. Algumas estatísticas mostram que mais de 70% das mulheres, durante a fase da vida que são férteis, apresenta pelo menos, alguns dos sintomas da síndrome.

A condição é definida como um conjunto de sintomas físicos e ou psíquicos que acontecem na 2ª metade do ciclo menstrual. Geralmente, desde o 12ª dia que antecede a menstruação.

Esses sintomas desaparecem logo nos primeiros dias de sangramento, mas voltam a ocorrer nos ciclos seguintes. São descritos muitos sintomas, dezenas. Desconforto mamário, sensação de inchaço, tristeza algumas vezes com idéias suicidas, ansiedade, pânico, choro fácil, irritabilidade, insônia, aumento ou a aversão de atividades sexuais, dificuldade da concentração, dores articulares, cefaléia e apatia são alguns deles.

Felizmente na maioria das mulheres, eles não são numerosos e nem muito intensos. No entanto, em algumas delas, a intensidade sintomática é tão intensa que prejudica...

Em 1993 foi concluído um projeto científico patrocinado pelo governo americano, chamado Human Genome Project .

O seu objetivo foi identificar os mais de 20.000 genes, da espécie humana. A sua conclusão foi considerada pela comunidade cientifica, como um grande progresso para a medicina.

A sua importância foi comparada a das descobertas das vacinas e dos antibióticos.

Os benefícios que esta pesquisa trariam para a humanidade seriam grandiosos.

A identificação dos genes, que condicionariam no futuro, determinadas doenças, permitiriam que evitássemos os fatores ambientais, que colaborassem com seu surgimento.

Além disso, seria possível diagnosticar as patologias precocemente, aumentando a possibilidade de sucesso terapêutico.

Uma pessoa que tivesse os genes que muito provavelmente fariam lhe surgir, no futuro, um câncer de esôfago, seria desde cedo que submetida a endoscopias digestivas.

E ao menor surgimento de uma lesão, a trataríamos. Além disso, no futuro, com a evolução tecnológica poderíamos inclusive modificar os genes maus.

Isto nos levaria, sem dúvida a...

O médico é quem mais sabe de que o estilo de vida saudável, pode prevenir varias doenças. Fazer exercícios  físicos com regularidade, evitar o excesso de peso  não fumar, não beber ou fazê-lo com moderação, respeitar o tempo de lazer e descanso, etc. O profissional de medicina  conhece isso muito bem e indica esse tipo de comportamento para os seus clientes. Além disso, ele conhece como ninguém, os sintomas das doenças.

Por conta disso, deveria ser capaz de fazer diagnósticos precoces em si mesmo, iniciando precocemente a terapêutica, melhorando assim a probabilidade de sucesso terapêutico. Por conviver diretamente com outros médicos, tem maior facilidade de acessá-los. Pelo seu conhecimento, é capaz  de escolher o profissional mais habilitado para tratá-lo.

Com todas estas vantagens, era de se esperar que o médico tivesse melhores indicadores de saúde e maior longevidade. Deveria se esperar que isto ocorresse mas não acontece, aliás, muito pelo contrário. O...

A Escherichia coli (E.coli) tem sido manchete na imprensa mundial nas últimas semanas. Trata-se de uma bactéria conhecida desde 1865. O seu habitat natural é o intestino do homem e de animais de sangue quente. No nosso intestino existem muito mais bactérias do que a soma de todas as nossas células corporais. Uma pessoa evacua diariamente cerca de 1 trilhão de escherichias. Com a E.coli, existem muitas outras bactérias  no nosso intestino.

O nosso organismo tem uma convivência pacífica com elas, chamada de simbiose. Elas não nos agridem, não penetrando nas nossas mucosas intestinais, ou produzindo substâncias que nos sejam tóxicas. Por outro lado, o nosso sistema imune as reconhece como “amigas”, e como tal, também não as tenta expulsá-las. Nesta convivência, elas desempenham um papel importante, favorecendo absorção dos nossos alimentos e por eles são alimentadas. Nos últimos tempos, tem se levantado a hipótese de que tenham também importância...

A soja é uma leguminosa utilizada pelos chineses há milênios. No ocidente, o seu consumo em larga escala só iniciou na década de 60, e desde então não para de crescer. Durante muito tempo os Estados Unidos foram o seu maior produtor, no entanto, desde 2003 a produção na América do Sul, Brasil em primeiro lugar, ultrapassou a dos americanos.

A sua composição agrada aos nutricionistas. Na forma de grãos, tem 40% de proteínas, 34% de carboidratos, 15% de minerais, óleos poliinsaturados e fibras. Sendo portanto, livre de gorduras saturadas e colesterol. Além disso, os seus ácidos graxos fazem com que tenha uma ação benéfica sobre os níveis de colesterol sanguíneo dos seus consumidores. Na forma de “leite”, a quantidade de carboidratos diminui para 2,5%. Esta composição, aparentemente muito saudável,  seria um dos fatores para baixa incidência de doenças cardiovasculares entre os japoneses, possui o maior consumo.

Outro grande mérito...

São poucas as vantagens que o excesso de peso, traz a saúde dos seus portadores. As mulheres com quantidade excessiva de gordura tem menos sintomas quando na menopausa e é menor a chance de ter grande perda óssea, atingindo o estágio de osteoporose.

Tanto as mulheres como os homens com peso excessivo, são menos acometidos de tuberculose pulmonar, porém, na quase totalidade de outras doenças o excesso ponderal faz ser mais prevalente e ou mais grave, algumas delas são inclusive extremamente mais freqüentes nos mais pesados.

No Diabetes do Tipo 2, 80% dos acometidos apresentam quantidade aumentada de tecido adiposo. Em 70% hipertensos, o problema também está presente. A elevação de uma das gorduras do sangue, o triglicerídeo é extremamente mais frequente entre eles. Por conta dessas desvantagens os obesos costumam ter uma qualidade de vida e longevidade inferior aos de peso normal. Apesar de todas as repercussões negativas, a...

Pagina 5 de 6

Fale Conosco SBD

Rua Afonso Braz, 579, Salas 72/74 - Vila Nova Conceição, CEP: 04511-0 11 - São Paulo - SP

(11) 3842 4931

secretaria@diabetes.org.br

SBD nas Redes