O Diabetes Está Evoluindo Mais Depressa do Que O Esperado


Dr. Reginaldo Albuquerque
Professor da UnB (1967-1981)
Superintendente de Ciências da Saúde CnPq (1982-1991)
Editor do site da Sociedade Brasileira de Diabetes (2005-2011)
Ex-Consultor em Educação da UnaSus/Fiocruz

Na abertura do Congresso Mundial de Diabetes, o Sr. Martin Silink, presidente da IDF, comunicou que a epidemia do diabetes está  evoluindo mais depressa do que foi pensado anteriormente.  Esperávamos 7 milhões de casos este ano e teremos 10 milhões.

No evento, realizado em Montreal, entre os dias 18 e 22 do corrente mês foi declarado que temos este ano 285 milhões de pessoas no mundo com diabetes. Em 2030, caso esta progressão continue, serão  435 miilhões de pessoas.  A maioria está localizada em paííses em desenvolvimento. A Indiia com 50 milhões é o maior deles, seguido pela China com 43,2 milhões . Os Estados Unidos tem 26,2 milhões.

A SBD, calcula que no Brasil,  existam  entre 10 a 12 milhões de pessoas com diabetes.  Uma grave denúncia foi feita pelo Presidente do IDF. Ele diisse que nos países pobres muitas crianças morrem pela falta de insulina. Estas crianças seriam em número de 70 miil.

Os dados atuais prevêm que no ano 2030 os diabéticos serão 435 milhoes . Os custos atuais no mundo são de 400 bilhões de dólares.

 

Dr. Reginaldo Albuquerque
Médico Endocrinologista. Editor do site da SBD. Research Fellow da Universidade de Londres (1975-1979). Ex-professor de endocrinologia da Universidade Brasilia (1967-1982). Ex-superintendente de Ciências da Saúde do CnPq (1982-1990).

VOLTAR