“Paradoxo da Obesidade” O peso no momento do diagnóstico do diabetes afeta a mortalidade?


Dra. Rosangela Almeida
Endocrinologista

Esta análise foi realizada com o intuito de avaliar a associação do peso com a mortalidade em adultos com diabetes recém diagnosticados. Sendo assim, analisaram o conjunto de cinco grandes estudos de coorte longitudinais:

1-Atherosclerosis Risk in Communities Study (1990 –2006).

2-Cardiovascular Health Study (1992 – 2008).

3-Coronary Artery Risk Development in Young Adults (1987 – 2011).

4-Framinghan Offspring Study (1979 – 2007).

5-Multi-Etnic Study of Atherosclerosis (2002 – 2011).

Um total de 2625 participantes com diagnóstico recente de DM2, incluindo homens e mulheres com idade acima de 40anos e classificados de acordo com o peso:

  • peso normal (IMC de 18,5 – 24,99 Kg/m²).
  • sobrepeso (IMC de 25 – 29,9 Kg/m²).
  • obesidade (IMC ≥ 30 kg/m²).

Através dos coortes, 293 participantes (média 11,2%) tinham peso normal no momento do diagnóstico. Um total de 449 mortes (17,1% dos coorte combinados; 165,5 por 10.000 pessoas-ano) ocorreu durante o acompanhamento:

  • 178 (6,8%) de causas cardiovasculares.
  • 253 (9,6%) de causas não cardiovasculares.
  • 18 participantes de causas não identificadas.

Nos participantes de peso normal, a taxa de mortalidade total, mortalidade por causa cardiovascular e mortalidade por causa não cardiovascular foram;

284,8; 99,8 e 198,1 por 10.000 pessoas-ano respectivamente em comparação  com

151,1; 67,8 e 87,9 por 10.000 pessoas-ano que estavam com sobrepeso ou obesas.

Após o ajuste para os dados demográficos e dos fatores de risco cardiovascular (pressão arterial, tabagismo, níveis lipídicos, circunferência abdominal) os participantes de peso normal tiveram o dobro de risco de morrer de qualquer causa quando comparados com os de sobrepeso e obesos. Os riscos de mortalidade cardiovascular e não cardiovascular foram aumentados de 1,5vezes e 2,3vezes respectivamente.

A importância desse estudo está no fato de ser o primeiro a medir o IMC no momento do diagnóstico do DM2 eliminando assim os potencias efeitos de confusão quanto à duração do diabetes.

Concluíram afirmando que o estudo é um “toque de despertar” para os esforços de prevenção principalmente naqueles indivíduos que são rotulados com uma falsa sensação de segurança por não estarem acima do peso.

VOLTAR

Fale Conosco SBD

Rua Afonso Braz, 579, Salas 72/74 - Vila Nova Conceição, CEP: 04511-0 11 - São Paulo - SP

(11) 3842 4931

secretaria@diabetes.org.br

SBD nas Redes