O prato saudável do paciente diabético


Clarissa Uezima
CRN-3 17287
Coordenadora de Nutrição do Grupo de Educação e Controle do Diabetes do Hospital do Rim e Hipertensão da Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP
Doutoranda e Mestre em Ciências Endocrinológicas pelo Departamento de Endocrinologia da Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP

Artigo comentado: RAIDL M et al. The Healthy Diabetes Plate. Preventing Chronic Disease – Public Health Research, Practice and Policy. Vol 04: N 01. January 2007.
Disponível aqui. Acesso em: 22 de abril de 2013.

Parcela importante da população diabética apresenta mau controle glicêmico, e muitas vezes, um dos fatores que contribuem para tal fato, é a falta de informação do paciente em relação a doença e seu tratamento.

Hábitos alimentares inadequados interferem diretamente no controle do diabetes e contribuem para o aumento de complicações clínicas a curto, médio e longo prazo. Assim, é necessário planejar e desenvolver programas eficazes de educação, visando propiciar conhecimento sobre a doença, mudança de comportamento e melhora do estado de saúde e qualidade de vida.

Diversas estratégias de educação nutricional têm sido descritas na literatura, porém alcançar a motivação da população para uma mudança efetiva do padrão alimentar ainda é um dos grandes desafios.

A Universidade de Idaho, com a colaboração de nutricionistas e educadores em diabetes, desenvolveu um programa intitulado “O prato saudável do paciente diabético” que ensina os pacientes a planejar, de forma simples, adequada e consciente, suas refeições.

O programa é composto por 4 aulas. Os participantes se reúnem semanalmente, numa sala de aula ou no supermercado, e a cada encontro são abordados os seguintes assuntos:

Aula 1:

- Informações básicas sobre o diabetes;

- Informações sobre os grupos alimentares e suas corretas substituições (é utilizada a imagem de um prato saudável, mostrando o quanto cada grupo alimentar deve ocupar no prato e quais as combinações de alimentos podem ou não ser feitas);

- Exercício prático em que os participantes são divididos em grupos e cada um monta, com ilustrações de alimentos, o que consideram ser uma refeição saudável para eles (café-da-manhã, almoço e jantar). Após a montagem, faz-se uma discussão sobre a adequação dos pratos que cada grupo montou.

A figura 1 mostra os tipos de alimentos que podem compor um prato saudável.

Aula 2, 3 e 4

Os participantes aprendem a planejar suas refeições em três diferentes situações:

- Em casa, com os alimentos que usualmente consomem;

- No supermercado, como fazer escolhas mais saudáveis dentre os alimentos disponíveis;

- No restaurante, como fazer também escolhas mais saudáveis dentre as diversas opções.

As atividades desenvolvidas em grupo, por meio de exemplos práticos, propiciam aquisição de conhecimentos, troca de experiências entre os participantes, além de proporcionar maior liberdade para esclarecer as dúvidas, corrigir erros, observar dificuldades e partilhar experiências e expectativas. Surgem oportunidades de vivenciar situações nas quais o paciente tenha que agir por conta própria, como, por exemplo, o que fazer em um episódio de hipoglicemia. Tendo o respaldo técnico dos profissionais, estas atividades são excelentes para o aprendizado, facilitando a adesão ao tratamento e o bom controle glicêmico.

VOLTAR 

Fale Conosco SBD

Rua Afonso Braz, 579, Salas 72/74 - Vila Nova Conceição, CEP: 04511-0 11 - São Paulo - SP

(11) 3842 4931

secretaria@diabetes.org.br

SBD nas Redes