I Fórum de Atualização e Inovação em Diabetes é sucesso de público e apresenta estudos inéditos sobre o diabetes

O I Fórum de Atualização e Inovação em Diabetes assumiu Brasília/DF como palco e recebeu mais de 600 pessoas, que desfrutaram da intensa programação de 1 a 3 de novembro. Durante a abertura oficial, a presidente da SBD ressaltou a importância da Sessão Solene realizada pela manhã na Câmara dos Deputados. Hermelinda Pedrosa enfatizou a necessidade da criação de políticas públicas para prevenção do Diabetes.

A aula inaugural foi ministrada pelos médicos Andrew Boulton e Maria Inês Schmidt, que abordaram o diabetes como epidemia global. O especialista propôs uma reflexão sobre o diabetes ser o câncer do século 21. Para Andrew há muito que aprender sobre a forma de encarar a doença e intensificar o rastreamento na população de risco, o diagnóstico precoce e os exames preventivos.

Dentre os destaques do segundo dia está a exposição de Karla Melo sobre as dificuldades do tratamento e abastecimento de insulina no Brasil. Destacou que quanto mais pobre a região, mais difícil o acesso aos insumos e medicamentos; quanto maior a classe social, maior o controle glicêmico.

Citou que deve haver uma atenção especial à hipoglicemia noturna e ressaltou a importância da comunicação médico x paciente. Para ilustrar, usou uma pesquisa na qual 71% dos médicos responderam que não orientam pacientes a alterarem a dose de insulina de acordo com as medidas no glicosimetro.

Durante a sessão plenária, a presidente da SBD, Hermelinda Pedrosa, anunciou a criação do Brazilian Board of Hypoglycemia, cujo foco é educar e difundir informação acerca da hipoglicemia.

Em 3 de novembro, a SBD e o Conselho Federal de Farmácia promoveram simpósio acerca do papel do farmacêutico na assistência à pessoa com diabetes, no qual foi lançada a campanha Diabetes Não Tem Cara, que visa conscientizar população e profissionais sobre a doença, que é silenciosa. Entre os dias 14 de novembro e 30 de dezembro, mais de 800 farmácias de todo país devem atender pessoas entre 20 e 79 anos, sem diagnóstico prévio, para rastrear o diabetes – se necessário, o indivíduo será encaminhado ao médico especialista.

Saiba todos os detalhes da primeira edição Fórum de Atualização e Inovação em Diabetes clicando aqui.

Fale Conosco SBD

Rua Afonso Braz, 579, Salas 72/74 - Vila Nova Conceição, CEP: 04511-0 11 - São Paulo - SP

(11) 3842 4931

secretaria@diabetes.org.br

SBD nas Redes