Páscoa e Diabetes: Uma parceria possível?

Em outros tempos, a Páscoa poderia ser sinônimo de sacrifício, privação e  até mesmo descontrole da glicemia para quem tem Diabetes. Vários sabores e cores recheiam as prateleiras, fazendo dos ovos de Páscoa uma grande atração nesse período, para todas as idades.

Mas qual tipo de chocolate é mais indicado para quem tem diabetes? O ovo de páscoa tem que ser diet? Vamos aos esclarecimentos! 

Apesar do chocolate diet não conter açúcar refinado em sua composição, ele possui outros carboidratos, como por exemplo a frutose  - açúcar natural do cacau - que também pode aumentar a glicemia. Além disso, frequentemente o chocolate diet apresenta alto teor de gordura, fator que pode contribuir para o aumento de peso e mau controle glicêmico.

Desde 1994, a American Diabetes Association – ADA, demonstra que a sacarose não aumenta a glicemia mais do que qualquer outro tipo de carboidrato. Sendo assim, dentro de um contexto saudável, o chocolate convencional pode sim ser inserido no plano alimentar de quem tem Diabetes. 

Com relação às propriedades nutricionais do chocolate, destaca-se a presença dos polifenóis - antioxidantes presentes no cacau que fornecem benefícios à saúde cardiovascular. Estudos recentes sugerem que esses antioxidantes, mais presentes no chocolate amargo (70% de cacau), auxiliam na diminuição dos níveis de LDL (mau colesterol) e da pressão arterial. Há ainda a presença da feniletilamina, substância que auxilia na melhora do bem-estar geral e alívio da tensão.  

Contudo, mesmo com tantas propriedades, o chocolate deve ser consumido com moderação por todas as pessoas, independente da presença ou não do Diabetes. Isso porque, trata-se de um alimento calórico e versões como o chocolate ao leite e o chocolate branco apresentam um alto teor de gordura saturada em sua composição, prejudicando a saúde cardiovascular e o bom controle glicêmico.

O Departamento de Nutrição da SBD deseja a todos uma Feliz Páscoa!

Luciana Bruno é nutricionista, com Especialização em Nutrição Materno Infantil pela UNIFESP, treinamento em Diabetes na Joslin Diabetes Center e vice-coordenadora do Departamento de Nutrição da SBD- gestão 2014-2016

Maristela Strufaldi é nutricionista, mestranda em Ciências Endocrinológicas pela UNIFESP, com Qualificação em Educação em Diabetes pela SBD / IDF / ADJ e membro do Departamento de Nutrição da SBD -gestão 2014-2016

VOLTAR

Fale Conosco SBD

Rua Afonso Braz, 579, Salas 72/74 - Vila Nova Conceição, CEP: 04511-0 11 - São Paulo - SP

(11) 3842 4931

secretaria@diabetes.org.br

SBD nas Redes