Conhecendo um pouco da dieta low-carb

Dra. Erika Paniago Guedes

  • Endocrinologista do Departamento de Obesidade da SBD
  • Mestre e Doutora em Medicina pela UFRJ

Dietas chamadas de Low-Carb, onde se restringe a ingesta diária de carboidratos, estão na moda. Nos últimos dias, a mídia vem divulgando várias matérias sobre um estudo publicado recentemente na revista The Lancet, importante na disseminação da informação médica para toda a comunidade científica do mundo, com grande credibilidade e relevância.

Neste estudo, os autores acompanharam, por 25 anos, 15.428 adultos americanos, com idade entre 45-64 anos, e avaliaram o impacto da alimentação (avaliada por questionário alimentar) na mortalidade desses indivíduos. Na mesma publicação, os autores fazem uma revisão de outros artigos, já publicados e que focaram esse mesmo assunto. Assim, os pesquisadores encontraram que a mortalidade foi mais alta em pacientes que consumiam extremos de quantidade diária de carboidratos, ou seja, aqueles que consumiam menos de 40% de carboidratos por dia e nos que consumiam mais de 70% da energia ingerida por dia em carboidratos.

Dietas com baixo teor de carboidratos, onde se aumenta o consumo de proteínas e gorduras de origem vegetal, têm demonstrado benefícios na perda de peso e no tratamento do diabetes. Por isso é importante o cuidado na interpretação de resultados de estudo. Os autores desta publicação do The Lancet alertam para o fato de que, no grupo com baixa ingestão de carboidratos, houve maior consumo de carnes (gado, cordeiro, porco) e gorduras animais; neste grupo, os pacientes também tinham maior peso corporal e maior índice de tabagismo, faziam menos atividade física e tinham mais diabetes, que são clássicos fatores de risco para mortalidade por doenças cardiovasculares.

Os autores concluem o estudo, sugerindo que uma alimentação com menos carboidratos, porém equilibrada com mais gorduras e proteínas vegetais, aliada a medidas para perda de peso e redução do risco cardiometabólico, como exercícios físicos, interrupção do tabagismo e controle do diabetes, pode ser considerada como estratégia para promover o envelhecimento saudável.

Fale Conosco SBD

Rua Afonso Braz, 579, Salas 72/74 - Vila Nova Conceição, CEP: 04511-0 11 - São Paulo - SP

(11) 3842 4931

secretaria@diabetes.org.br

SBD nas Redes