Pesquisadores brasileiros desenvolvem nova metodologia para ampliar a detecção da retinopatia diabética – importante causa de cegueira entre pessoas de 20 a 74 anos. O modelo inova ao utilizar inteligência artificial e telemedicina no processo de avaliação de retinografias (exame de imagem para análise das estruturas do fundo do olho) captadas por meio de smartphones adaptados. A eficiência do sistema foi comprovada por meio da avaliação diagnóstica de 824 pessoas, com diabetes tipo 2, inscritas na Campanha de Diabetes de Itabuna-BA (evento anual de prevenção e combate a complicações do diabetes), no ano de 2019, e validado pela comunidade médica internacional, por meio de artigo recentemente publicado.

Pagina 1 de 11