Embora mais brasileiros tenham adotado o hábito de manter uma alimentação equilibrada com o consumo de frutas e hortaliças, o índice de obesidade segue crescendo no país. Dados da última pesquisa realizada pelo VIGITEL apontam que a taxa de obesidade no Brasil aumentou 67% entre 2006 e 2018. Mas, o que muita gente não sabe, é que estar acima do peso é um dos fatores de risco para o desenvolvimento de diabetes tipo 2.

Prevenir a doença com o uso de medicamentos é possível, porém a recomendação é feita apenas em casos específicos. Segundo o Dr. Ruy Lyra da Silva Filho, professor de endocrinologia da Universidade Federal de Pernambuco e membro da SBD, a melhor forma de evitar o diabetes é manter uma dieta adequada, com perda e peso e execução de atividades físicas: “Normalmente a primeira conduta é a mudança de comportamento, mas o uso de medicamentos pode ser feito em casos específicos. No Brasil, a metformina é a única medicação liberada para o tratamento de pré-diabetes”, afirma.

Em associação com a dieta, é aconselhado a prática de atividades físicas aeróbicas de intensidade moderada, como caminhadas rápidas de 150 minutos/semana, distribuída em pelo menos três sessões. Cada sessão de exercício deve durar mais que 10 minutos e não ultrapassar 75 minutos.

A mudança de estilo de vida contribui também para a prevenção de outras doenças e além disso, evita possíveis complicações nos casos de pacientes que já foram diagnosticados com diabetes.

O especialista ainda ressalta que é muito importante que as pessoas com alto risco para o desenvolvimento da doença estejam atentas: “Faça exames periódicos, procure manter o peso adequado e exercite seu corpo. Dessa maneira, definitivamente, o diabetes tipo 2 pode ser prevenido”, conclui.

A SBD recomenda que pessoas com predisposição ao diabetes consultem um médico o mais cedo possível a fim de esclarecer dúvidas sobre a doença. O uso de medicamentos sem orientação de um profissional da área de saúde não deve ser feito.

Você não tem permissão para enviar comentários