Tenho diabetes, posso doar sangue?

Dr. Mateus Dornelles Severo

  • CREMERS 30.576
  • Médico Endocrinologista
  • Doutor em Endocrinologia/UFRGS

A doação de sangue é uma ótima iniciativa e sempre que possível deve ser estimulada. No entanto, nem toda pessoa com diagnóstico de diabetes mellitus pode doar. A Organização Mundial de Saúde (OMS) fornece diretrizes para seleção de doadores de sangue diabéticos.

Primeiramente, o voluntário à doação de sangue deve estar em bom estado geral de saúde. Em outras palavras, não deve estar com a doença descompensada nem com infecções ativas. Estas precauções são importantes para garantir tanto o bem-estar do doador quanto a saúde do receptor.

Apesar de não existirem estudos avaliando exclusivamente indivíduos com diabetes, efeitos adversos associados à doação de sangue não parecem ser maiores em pacientes diabéticos quando comparados a doadores sem a doença.

Pacientes com diabetes mellitus tipo 1 e pacientes com diabetes mellitus tipo 2 em uso de insulina ou outras terapias injetáveis não poderão doar, pois durante a entrevista de triagem não existe a possibilidade de garantir que as técnicas de injeção sejam apropriadas. E isso gera dúvidas com relação a infecções, especialmente hepatites virais.

Dito isto, seguem as recomendações da OMS para doação de sangue de indivíduos com diabetes:

Podem doar

Indivíduos com diabetes mellitus bem controlado através da dieta ou de medicação oral, que não tenham história de pressão baixa, nem evidência de infecção ativa, neuropatia ou doença vascular, em especial feridas nos pés.

Não podem doar

Pacientes em uso de insulina ou com complicações do diabetes.

Fonte: Blood Donor Selection: Guidelines on Assessing Donor Suitability for Blood Donation. World Health Organization; 2012.

Fale Conosco SBD

Rua Afonso Braz, 579, Salas 72/74 - Vila Nova Conceição, CEP: 04511-0 11 - São Paulo - SP

(11) 3842 4931

secretaria@diabetes.org.br

SBD nas Redes